Âmbito

Medição no ar ambiente de poluentes atmosféricos, que não são medidos em contínuo na rede de vigilância da qualidade do ar (ex. metais pesados e dioxinas). A partir de 2003 inclui estudos de dispersão a fim de avaliar a influência da CTRSU como fonte emissora.

Entidade Responsável

  • IDAD - Instituto do Ambiente e Desenvolvimento


Locais de Medição

  • São João da Talha

Conclusões Gerais

A análise da população afectada por concentrações provenientes da CTRSU permitiu concluir que a população residente na zona em estudo está sujeita a concentrações muito baixas de poluentes, não induzindo qualquer risco para a saúde humana. Os estudos têm confirmado o reduzido impacte da unidade sobre a qualidade do ar na sua envolvente.


Nota: A monitorização da qualidade do ar em descontínuo, teve em  2014 que uma revisão significativa do seu conteúdo, levando a uma nova contratação, não existindo relatório de atividade em 2014.