Âmbito

A Monitorização envolve várias vertentes, desde a avaliação do impacto do Circuito da Água de Refrigeração (CAR) até à qualidade das águas e dos sedimentos.


Entidade Responsável

  • Instituto Hidrográfico


Conclusões Gerais

As descargas do circuito de arrefecimento da CTRSU, no estuário do Tejo, não perturbam o meio receptor, encontrando-se os valores determinados significativamente abaixo dos valores previstos na licença de descarga de água no rio.

Os parâmetros analisados encontram-se dentro da gama de valores característica de zonas estuarinas. Na estação de monitorização localizada na vala de drenagem os valores são mais elevados do que nas outras estações devido ao facto de esta ser o meio receptor de descargas industriais e urbanas.

​Não é visível qualquer incremento nos poluentes analisados relativamente ao período de referência (um ano antes da entrada em funcionamento da CTRSU).