Na Central, os resíduos que não separamos são valorizados energéticamente.

Esta unidade recebe perto de 2000 toneladas de resíduos por dia e produz energia suficiente para abastecer uma cidade de 150 mil habitantes.